quarta-feira, 3 de junho de 2015

Catarina ou o sabor da maçã, de António Alçada Baptista

    Escolhi esta obra, essencialmente, por causa da informação existente na contracapa que caracteriza uma das personagens principais, Catarina, como sendo uma mulher "doce e amorável", mas que é atraída "pelo abismo".

    Nesta obra são abordados os comportamentos humanos, através dos quais o narrador, que também é personagem principal, estuda os comportamentos que observa na mulher por quem se sente atraído e naqueles que o rodeiam.

    A história inicia-se com o narrador a conversar com um amigo, Filipe, que lhe confessa amar Catarina e  não ser capaz de viver sem ela. No entanto, Filipe recebe uma proposta de emprego e esquece por completo Catarina. O narrador acaba por marcar um encontro com a mulher que Filipe antes dizia amar.A verdade é que ele, entretanto, tinha desenvolvido um certo interesse por Catarina., acabando por  passarem um fim de semana na casa de Colares do narrador, onde se envolvem amorosamente e por se tornarem, a partir daí, inseparáveis.

 Contudo, certo dia, o narrador teve que  passar uns dias em Roma. Quando regressa, Catarina já não demonstra o mesmo interesse por ele, acabando por lhe confessar que se tinha apaixonado por outra pessoa. Após a separação, o narrador fala com Carmo, que lhe diz que Catarina tinha partido para Londres com o novo namorado, um toxicodependente. Mais tarde, ela acaba por voltar a Lisboa e o narrador, encontrando-a na rua, convida-a para um jantar, no qual ela se mostra muito diferente: desmazelada, triste, já não é a mesma pessoa!

  Catarina tenta procurar conforto nos braços do narrador, porém este rejeita-a pela forma como ela estava. Ela acaba por ir embora. No final, o narrador questiona-se se teria mudado algo nela se ele não tivesse rejeitado o beijo dela.


4 comentários:

  1. Eu também li este livro o ano passado para Literatura Portuguesa. Porém não foi um dos meus preferidos pois acho que era simples demais e a narrativa merecia um maior e melhor desenvolvimento. No entanto é uma boa escolha para quem quer passar o tempo a ler um livro simples que não requer muita reflexão.

    ResponderEliminar
  2. Que relação existe entre a maçã e o livro? Significa algum mal que se passou na história?

    ResponderEliminar
  3. A capa desse livro cativou-me nas férias vou o ler, também pelo título do mesmo me parecer interessante. Gostas-te de ler esse livro?

    ResponderEliminar